No meu travesseiro...

Então tá... então fingimos que é a primeira vez que discutimos... que os próximos atos não fazem parte de um teatro que já foi encenado, que as discussões que temos não são as mais levianas... E que nada disso é ridículo.
Fingimos que o trabalho não é estressante, que não temos problemas pois vivemos com um sorriso estampado no rosto, que refrigerante não faz mal e que não nos importamos com a fila interminável do banco às 13 hrs da tarde.
Mas tem algo que sabe a verdade, meu travesseiro.
Somente.
Com ele eu não consigo ser a mulher de ferro.

Comentários

  1. ^^. é.. belas palavras
    "Com ele eu não consigo ser a mulher de ferro"

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Texto do Arnaldo Jabor sobre relacionamentos "modernos"

Meme