Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Pablo Neruda me invade....

"...É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar, Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram, Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente. É proibido não tentar compreender as pessoas, Pensar que as vidas deles valem mais que a sua, Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte. É proibido não criar sua história, Deixar de dar graças a Deus por sua vida, Não ter um momento para quem necessita de você, Não compreender que o que a vida te dá, também te tira. É proibido não buscar a felicidade, Não viver sua vida com uma atitude positiva, Não pensar que podemos ser melhores, Não sentir que sem você este mundo não seria igual."

eu e meu mundo paralelo arco-íris.

O imaginário colorido é aquela válvula de escape do mundo cinzento. da realidade cinzenta.

A rotina dos sentidos é o prazer... ♫

Ah, se torna prolixo dizer que nunca mais te procurarei e no outro segundo eu me sabotar... Não que eu o procure a todo momento, na verdade, pouco procuro... também não direi que somente sou achada... O que posso tentar dizer que nos procuramos quando nos convém. Há de convir comigo que nada melhor que um acordo nada burocrático para se encontrar em uma esquina qualquer... Sem leis, sem nomes, sem promessas... Sem planos, sonhos ou devaneios... Apenas a liberdade de sentir... de viver o momento sem preocupações futuras... Viver o presente, deixando o passado no lugar dele e o futuro... só nos resta esperar... Porém, o presente é intenso... é de fato um presente... É um presente poder formar uma nova fragrância misturando teu odor ao meu... É um presente sentir tua pele da forma mais intensa... É um presente dançar a noite inteira, entre risos e sorrisos...
Conversar, falar ao vento, silenciar... ah, o silêncio... como é bom. O silêncio que fala por si, que só necessita de um olhar travesso e um …