Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011
S
Só esse tanto de saudades de você que cabe aqui no Blog. Se tivesse a fonte número 144 ainda seria pouco... .-.

"E te espero...

e te curto todos os dias. E te gosto. Muito."
Quem nunca amou que atire a primeira pedra. Você já amou, caro(a) leitor(a), tenho certeza! Amou, se decepcionou, prometeu que amar novamente nunca mais estaria em seus planos. Normal, trivial... Grande parte de nós, no auge de seus 20/30 anos já passaram por isso. Ninguém escapa! Mas daí, do nada, amor te encontra e bate na sua porta sem nem avisar, sem data, sem carta, sem nada... Você ainda reluta em abrir a porta, mas não só abre como se doa, por inteiro. Como já disse Tati Bernadi: "Não me dôo pela metade [...] ou sou tudo ou não sou nada!". Então se entrega, abre mão de sair todas as noites para conhecer gente nova porque acredita que encontrou a pessoa certa. A pessoa que não vai dividir apenas alguns fins de semana aleatórios, mas aquela que você passa a pensar no coletivo. Apenas "nós". Já ouvi dizer que o amor nos torna bobos, ridículos e aéreos. Que nada, o amor é o que te faz acordar, o que te faz ser genti…