Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010
de tudo sou um pouco... e de pouco, sou muito.

Não queria...

Eu não queria saber das novidades. Não queria que nada de ruim interferisse o meu "mundo perfeito", a bolha em qual vivo já estava boa. Não precisava de acréscimos, a não ser que estes fossem realmente significantes para mim.
Eu não queria ver o passado novamente, não queria que o tormento de tanto tempo atrás viesse me visitar. Veio.
Junto com o tormento veio sopros indesejáveis, visitas desagradáveis, notícias desimportantes...
Porém, só assim, percebi o quanto estou melhor, o quanto cresci e o quanto tenho que agradecer por ter conhecido quem conheci, por ter feito o que fiz e sempre ter defendido o que acreditei.
Imagem
E o céu azul, cheio de nuvens, desenhou para mim o som do teu riso.

cada dia quero mais. de mim. dos outros. da vida.

Em 2011 quero mais, mas nesse restante de 2010 também quero mais! Quero mais agora, hoje, amanhã! Quero mais amigos, mais abraços, mais alegria, mais liberdade, mais sentir, mais viver, o novo! Quero mais do trabalho que ainda não tenho, do saber que ainda procuro, mais de inteligência que hei de ter, mais de quem vale a pena! E de quem não vale a pena, quero mais também. Quero aproveitar cada dia, cada hora, cada minuto, cada segundo, cada viagem, cada cerveja, cada brincadeira, cada momento, cada música, cada pessoa, cada beijo, cada abraço, cada risada, tudo! Tudo que passa na vida, a conversa proibida, a saudade gostosa, a chuva no dia caloroso, o sorriso amigo, a comida da vovó, o bom e velho rock que toca nos meus cd's, a festa de despedida pra poder reencontrar, os amigos de infância que surgem na noite, o vento que me traz boas lembranças, o churrasco na laje acompanhado da pinga do bar da esquina, a conversa desconexa com o irmão... quero mais! Mais vida, mais sentimentos…