Eu.

Eu sou a prostituta das palavras
O demônio da verdade
E a amante da mentira.
Eu vivo num cinema,
mas esqueceram de apagar a luz.

Comentários

  1. Menina, você tem talento.
    Que verso mais lindo e cheio de força!

    beijoca

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Texto do Arnaldo Jabor sobre relacionamentos "modernos"

Meme