Solidão...

Por que minha vida é assim tão melancólica?
Será que eu nasci para sofrer?
Acho que não tem desculpa
É tudo minha culpa
Eu vivo sozinha no meu próprio mundo
No qual me institui
E nele me isolei
Eu não tenho amigos
Não tenho ninguém
Não tenho um amor
Não tenho com quem desabafar
Nem compartilhar meu amargor
E não consigo sair
Eu não consigo fugir
Não tenho mais força para derrubar esse muro
Entre mim e o mundo
Estou proibida
E preciso de ajuda
Alguém que construa uma porta
Ou que ache uma saída
Então,
Ande logo venha me libertar
Estou esperando você chegar
Mas parece que é em vão
Você não chega nunca, nunca, nunca não.
Eu já não consigo respirar
Venha logo me tirar dessa bolha de vidro
Porque estou começado a sufocar
Por onde você anda
Que não esta ao meu lado
Me ajudando
A atravessar esse imenso oceano
Que me separa do outro lado
Venha logo me ensinar a nadar
Por que se não vou me afogar
Tentando atravessar essa imensidão
Estou presa sem esperanças de me libertar
Estou fraca, débil, inútil, amarrada.
Eu quero amar e ser amada, abraçada, acariciada.
Voar ao seu lado
Eu quero viver crescer.
Sem ser pressionada, esmagada.
Ferida, queimada
Então,
Ande logo venha me libertar
Estou esperando você chegar
Mas parece que é em vão
Você não chega nunca, nunca, nunca não.
Eu já não consigo respirar
Venha logo me tirar dessa bolha de vidro
Porque estou começado a sufocar

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »
1 Comentario
avatar

eu to aquii, não fique solitaria meu anjooo
a mana veia seeempre vai estar aqui *.*

adestrando malacos na rua! ahuahua

beijinhos, saudades

Balas