Escolhas

È incrível como às vezes conseguimos idealizar uma vida, com alguns meros defeitos, tão perfeita que acreditamos piamente que ela é realidade.
Assim acontece comigo, assim acontece com você, assim acontece com todos! Se ainda não aconteceu, se prepare, irá acontecer.

Imagino que o ser humano tem uma tendência natural para se sabotar, nem é necessária a interferência alheia. Conseguimos encontrar desculpas para tudo (mesmo no fundo sabendo o que de fato aconteceu), conseguimos fingir que estamos bem quando tudo o que queremos é soltar um grito desesperado a procura de ajuda...
Temos a capacidade de conseguir acreditar que seu trabalho é o melhor que você podia ter encontrado no longo desses últimos anos (não se acomode, você pode encontrar algo melhor, sempre!), acreditar que os que estão ao seu redor são todos amigos e te querem bem, acreditar que o homem que está ao seu lado dizendo que te ama (mas não assumiu um compromisso com você), realmente te ama e acima de tudo é fiel (mesmo sumindo nos finais de semana e vir com a desculpa que o celular acabou a bateria e ele esqueceu de recarregar), acreditar que você ficou de dependência naquela matéria “X” porque o professor não ia com a sua cara, acreditar que seu time perdeu porque a torcida ficou desanimada na hora do jogo, acreditar que você ficou bêbada porque não se alimentou direito (e não porque você extravasou seus limites), acreditar que você está ouvindo Nando Reis e chorando com uma barra de chocolate no colo porque você não passou em tal concurso (quando na verdade você nem sabe o que quer da vida).

É meu amigo, não se engane!
O autoconhecimento, a consciência e coragem de assumir nossas escolhas são fundamentais para termos uma vida um pouco mais digna e ouso dizer também, um pouco mais feliz!

Comentários

  1. É isso ai! Simplesmente, fingimos que está tudo bem, mas na verdade o que queriamos mesmo era sumir, sumir de tudo e todos... nós mesmos nos sabatamos e deixamos de fazer coisas importantes em nossas vidas, às vezes por coisas até insignificantes. (O verdadeiro amor é o amor próprimo!) ''Vou me amar! Pra depois tentar, quem sabe, amar alguém.'

    ResponderExcluir
  2. E vc já pensou nas suas escolhas de hoje? Use o seu conhecimento teórico ao seu favor...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Texto do Arnaldo Jabor sobre relacionamentos "modernos"

Meme