Cheia.

Hoje acordei e não quis me levantar.
Não queria ver o que me aguardava lá fora, não queria ver se o sol sorria para mim, não queria ver se o vento soprava a meu favor.
Acordei cheia. Cheia de tudo e de todos.
Cheia de marcas, cheia de mágoas, cheia de máquinas, cheia de metáforas, cheia de mim, cheia de malas, cheia de meninos, cheia de manias, cheia de dívidas, cheia de neuroses, cheia de antipatia, cheia de falsidade, cheia de melancolia, cheia de sentimentos, cheia de drogas, cheia de bebidas, cheia de labuta, cheia de música, cheia de poesia, poesia, poesia.... delícia.

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »
0 Comentario